Foto Foto · 'Uma forma de olhar!', de Gustavo Almeida
Voltar
Descrição
Comentários
Concurso
Favorita de...
Tema 1000imagens :
Inserida em :
21 Dezembro 2015
Data :
5 Junho 2015
Local :
Ouro Preto, Minas Gerais, Brasil
Pós Processamento :
--
Velocidade :
1/250
Visitas :
8228
Abertura :
F 8.0
Comentários :
2
ISO :
200
Registro no final da tarde da fachada da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar.

A Basílica Menor de Nossa Senhora do Pilar de Ouro Preto, Minas Gerais, popularmente chamada Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, é uma das edificações católicas mais conhecidas entre as que foram erguidas durante o Ciclo do Ouro.É monumento tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Está localizada na Praça Monsenhor Castilho Barbosa.

História.

A devoção de Nossa Senhora do Pilar foi trazida provavelmente de São Paulo, na bandeira de Bartolomeu Bueno, tendo a imagem sido entronizada na primitiva capelinha que antecedeu o templo.

A presente Igreja foi construída em torno de uma capela erguida a partir de 1696 ou nos primeiros anos do século XVIII, e ampliada em 1712 com recursos dos devotos, embora as intervenções principais tenham seguido até o final do século. Segundo consta nos registros, a construção foi incentivada pelo próprio governador.

A Paróquia do Pilar foi a mais rica e populosa em Vila Rica, já que reuniu o maior número de irmandades e, por isso, a Matriz recebeu mais ornamentos em preparação para uma "boa morte". As irmandades tinham lugares específicos dentro do templo, uma forma de representar e expressar a hierarquia social dos fiéis. O Livro de Compromissos relacionava a participação das irmandades Santíssimo Sacramento (1712), Nossa Senhora do Pilar (1712), São Miguel e Almas (1712), Rosário dos Pretos (1715), Senhor dos Passos (1715), Sant'Anna (primeiro quartel) e Nossa Senhora da Conceição (até o primeiro terço do século XVIII).

A construção foi iniciada pela nave, ao contrário do costume da época, quando se iniciava pela capela-mor. Isso se deve à necessidade de conservar a primitiva capela para que o culto não fosse interrompido. No entanto, isso ocorreu entre 1731 e 1733, quando a capela foi enfim demolida. Neste período o Santíssimo Sacramento foi transferido para a Igreja do Rosário. Sua volta para o Pilar se deu em uma grande festividade, a procissão do Triunfo Eucarístico, que se tornou famosa na história de Ouro Preto.

A decoração da nave foi executada entre 1735 e 1737, incluindo a reinstalação de altares laterais em talha dourada datados de um período anterior. A capela-mor foi construída e decorada entre 1741 e 1754, mas as obras sofreram interrupções por motivo da falência de Antônio Francisco Pombal em 1744, e pela morte do entalhador Francisco Xavier de Brito em 1751. Neste ano o arco do cruzeiro foi concluído.

A decoração levou mais vinte anos para ser terminada, ocorrendo em meio a problemas estruturais na abóbada, que sofria infiltração de chuva. Outras dificuldades vieram da instabilidade de uma das torres, que ameaçava cair, tendo sido substituída em 1781 sua estrutura de taipa por uma de alvenaria de pedra. O mesmo problema afligiu mais tarde uma das paredes laterais, substituída em 1825 também por alvenaria. Em 1848 foram concluídos o frontispício em pedra e a outra torre. A fachada atual, construída em meados do século XIX, substitui a do século XVIII, constituindo-se, segundo informa o IPHAN, "numa espécie de síntese dos frontispícios do Rosário e São Francisco, tendo sofrido influência ainda do Carmo no frontão, conforme assinala Germain Bazin".

Não foi especificado equipamento nesta foto!
PermaLink :
http://www.1000imagens.com/foto.asp?id=0158202240669051
Partilhar
Facebook
Twitter
Pinterest
StumbleUpon
Digg
Delicious
Orkut

Partilhe esta imagem com o seu dispositivo móvel.
Topo da Página
Termos de Serviço | Política de Privacidade | Política de Cookies | F.A.Q. | Planos
© 2002 - 2017 1000imagens.com - Todos os Direitos Reservados