Foto Foto · 'O Farol e a Vigia!', de Gustavo Almeida
Fotos
Descrição
Comentários
Concurso
Favorita de...
Tema 1000imagens :
Inserida em :
15 Novembro 2015
Data :
7 Dezembro 2014
Local :
Farol da Barra, Barra, Salvador, Bahia, Brasil
Pós Processamento :
--
Velocidade :
1/250
Visitas :
4792
Abertura :
F 8.0
Comentários :
0
ISO :
100
Registro no final da tarde do Farol e Forte de Santo Antônio da Barra.

No século XVII, o porto de Salvador era um dos mais movimentados e importantes do continente, e era preciso auxiliar as embarcações que chegavam à Baía de Todos os Santos em busca de pau-brasil e outras madeiras-de-lei, açúcar, algodão, tabaco e outros itens, para abastecer o mercado consumidor europeu.

No fim desse século, após o trágico naufrágio do Galeão Santíssimo Sacramento, capitania da frota da Companhia Geral do Comércio do Brasil, num banco de areia frente à foz do rio Vermelho, a 5 de maio de 1668, o Forte de Santo Antônio da Barra foi reedificado a partir de 1696, durante o Governo Geral de João de Lencastre (1694-1702), vindo a receber um farol - um torreão quadrangular encimado por uma lanterna de bronze envidraçada, alimentada a óleo de baleia -, de acordo com o Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, o primeiro do Brasil e o mais antigo do Continente (1698), quando passou a ser chamado de Vigia da Barra ou de Farol da Barra.

O diário de bordo do corsário inglês William Dampier, em 1699, relata: "A entrada da Baía de Todos os Santos é defendida pelo imponente Forte de Santo Antônio, cujos lampiões acesos e suspensos para orientação dos navios, vimos de noite."

O Decreto Regencial de 6 de julho de 1832 determinou a instalação de um farol mais moderno, fabricado na Inglaterra, em substituição ao antigo. Ao término das obras, inauguradas em 2 de dezembro de 1839, o novo equipamento de luz catóptrico erguia-se sobre uma torre troncônica de alvenaria, com alcance de dezoito milhas náuticas com tempo claro.

Em 1937, o antigo sistema "Barbier" (incandescente a querosene) de iluminação foi substituído por luz elétrica, comemorando-se o primeiro centenário do farol a 2 de Dezembro de 1939.

Farol da Barra, foi aberto à visitação pública - pela primeira vez em sua história - em maio de 2011. As visitas acontecem 313 anos depois de sua construção, concluída em 1698.

Com as visitas liberadas, turistas e moradores vão poder subir as escadarias espiraladas da torre de 22 metros de altura (equivalente a um prédio de sete andares) e conhecer toda a estrutura do farol. Por lá está o maquinário francês de 120 anos, ligado diariamente - o faroleiro acende a luz ao pôr do sol e desliga ao amanhecer. A luz pode ser vista a 60 quilômetros de distância, orientando embarcações. Do alto do farol, a vista de 360 grais descortina a Baía de Todos os Santos e o mar aberto do Oceano Atlântico.

Considerado o mais antigo farol da América, a obra é um marco turístico e histórico da Bahia. Ele faz parte do conjunto arquitetônico do complexo militar do Forte de Santo Antônio da Barra, que abriga também o Museu Náutico.

Não foi especificado equipamento nesta foto!
PermaLink :
http://www.1000imagens.com/foto.asp?id=0147543240669051
Partilhar
Facebook
Twitter
Pinterest
StumbleUpon
Digg
Delicious
Orkut

Partilhe esta imagem com o seu dispositivo móvel.
Topo da Página
Termos de Serviço | Política de Privacidade | Política de Cookies | F.A.Q. | Planos
© 2002 - 2017 1000imagens.com - Todos os Direitos Reservados