Foto Foto · 'A Montparnasse Brasileira ', de Gustavo Almeida
Fotos
Descrição
Comentários
Concurso
Favorita de...
Tema 1000imagens :
Inserida em :
9 Março 2015
Data :
19 Fevereiro 2007
Local :
Parque Temático Mundo a Vapor, Rodovia Canela-Gramado, Rio Grande do Sul/ B
Pós Processamento :
--
Velocidade :
--
Visitas :
5755
Abertura :
F 2.8
Comentários :
0
ISO :
100
1ª Foto do dia em 14.03.2015 - Obrigado a todos que votaram!


Registro da perfeita reconstituição do famoso acidente ferroviário acontecido em 1895 na estação de Montparnasse em Paris, no Parque Temático Mundo a Vapor, Rodovia Canela-Gramado, Rio Grande do Sul/ Brasil. Foto feita em P&B e em uma manhã chuvosa e com muita neblina com o objetivo de aumentar a Dramaticidade do registro.

No dia 22 outubro de 1895, o Granville – Paris Express transportava 131 passageiros. O trem era composto de doze vagões puxados pela locomotiva de número 721. No momento em que se aproximava da estação de Montparnasse em Paris, com excesso de velocidade, o maquinista não conseguiu frear o trem. A locomotiva derrubou a mureta de proteção no fim da linha, atravessou o terraço, destruiu parte da fachada da estação e despencou de uma altura de dez metros. A única vitima fatal foi Marie-Augustine Aguilard, dona de uma pequena banca de jornal existente no local. Foi um dos acidentes ferroviários mais espetaculares da história da França.

O impacto dramático causado pela perfeita reconstituição deste famoso acidente ferroviário acontecido em Paris, em 1895, é apenas o início das surpresas que aguardam o visitante do Parque Temático Mundo a Vapor.

A HISTÓRIA DO MUNDO A VAPOR FAZ PARTE DA HISTÓRIA DE CANELA
Em 1924 a Estrada de Ferro atinge Canela, dentro das previsões do Cel. Corrêa, e o local começou, então, paulatinamente, a se tornar uma cidade de veraneio, recomendada por médicos de todo o Estado. Passar as férias em Canela era uma forma de status para os porto-alegrenses. A região possuía cerca de 35 serrarias. As serrarias eram movidas através de grandes máquinas, chamadas locomóveis, que usavam o princípio da força motriz gerada através do vapor. Já nesta época Ernesto Urbani, o Patriarca do Mundo a Vapor, dava toda a assistência e consertava as locomóveis destas serrarias, além de fazer manutenção em outros tipos de máquinas e ferramentas. Os filhos de Ernesto Urbani (Omar, Benito e Hermes), criados dentro das oficinas do pai e apaixonados pelas máquinas a vapor, passaram a criar, artesanalmente, réplicas, imitando o processo industrial completo. A olaria, serraria, pedreira, siderúrgica, fábrica de papel, etc., eram máquinas com proporções exatas, detalhes perfeitos e apresentando todos os movimentos, com funcionamento mecânico completo, tal como as máquinas de tamanho original. Esses equipamentos, inéditos, conseguem replicar o processo de industrialização do mundo moderno, mas utilizando a força que provocou uma das maiores mudanças da história da Humanidade, através da Revolução Industrial – O VAPOR!

ESTAVA NASCENDO AÍ O PARQUE TEMÁTICO MUNDO A VAPOR!
Em 1950, Omar Urbani (filho mais velho do casal Urbani), com 16 anos de idade, faz a primeira destas miniaturas, com sobras de material, e fora do seu horário de trabalho, que já exercia com o pai, na oficina. “Aprendemos olhando fazer”, diz Benito Urbani, hoje proprietário do Mundo a Vapor. Consertando, junto com o pai, as enormes locomoveis, algumas com até mais de 10 toneladas, ele e o irmão Omar criaram as miniaturas vivas. É assim que surge uma nova cultura, uma obra de arte, que hoje é orgulho da região! Meu pai foi um homem que passou suas vivências todas e viveu seu ideal de vida. Profissionalizou os filhos e deixou o perfil dos Urbani na marca de qualidade que hoje representa o Mundo a Vapor”.(Benito Urbani, diretor do Mundo a Vapor). O Mundo a Vapor foi uma idéia pioneira, com a temática das máquinas a vapor e suas aplicações desde a Revolução Industrial. Mas nasceu dentro de uma oficina mecânica familiar que ainda hoje é motivo de orgulho desta mesma família e de Canela. Uma oficina e seus artesãos do metal. Os mesmos dons artesanais herdados dos antepassados que ficaram na Itália. Durante a juventude, os irmãos Benito e Omar Urbani, trabalhavam com o pai em uma oficina mecânica. A curiosidade de ver como todas aquelas peças juntas trabalhavam, fez com que a paixão pelas miniaturas despertasse. Hoje, passam todo o tempo pensando e construindo artesanalmente, peça por peça, as miniaturas. É a arte com paixão, herdada do pai Ernesto Urbani e do avô Giuseppe Urbani de Vicenza. São artistas de mecânica, colocando ao nosso convívio toda sua criatividade. O mais impressionante, é que essas miniaturas são produzidas a partir de fotos, visitas a fábricas e alguns rabiscos com giz numa das paredes de sua oficina.
(Créditos Marília Daros)

Não foi especificado equipamento nesta foto!
PermaLink :
http://www.1000imagens.com/foto.asp?id=0018513240669051
Partilhar
Facebook
Twitter
Pinterest
StumbleUpon
Digg
Delicious
Orkut

Partilhe esta imagem com o seu dispositivo móvel.
Topo da Página
Termos de Serviço | Política de Privacidade | Política de Cookies | F.A.Q. | Planos
© 2002 - 2019 1000imagens.com - Todos os Direitos Reservados